OBR é totalmente gratuita e podem participar alunos matriculados em escolas dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico.

A Olimpíada Brasileira de Robótica – OBR 2018 está com as inscrições abertas até 18 de maio. Com mais de dez anos de realização, a iniciativa é dividida em duas modalidades: prática e teórica. A OBR é totalmente gratuita e podem participar alunos matriculados em escolas dos ensinos Fundamental, Médio e Técnico. A coordenação nacional desta edição é da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Na modalidade teórica, os alunos não precisam ter conhecimento específico de robótica e, na primeira fase, prevista para 8 de junho, as provas são realizadas diretamente na escola de cada estudante inscrito. Já a segunda fase da modalidade teórica ocorre no dia 24 de agosto, nas sedes regionais da OBR. As provas são elaboradas por uma comissão de professores e todas as questões demandam conteúdos dos ensinos Fundamental e Médio para resolver problemas práticos do dia a dia, a partir da robótica. Os melhores alunos dessa modalidade recebem medalhas de ouro, prata e bronze e de mérito, de acordo com o desempenho no nível nacional.

A modalidade prática consiste em um desafio: considerando a simulação de um desastre ambiental, as equipes de até quatro alunos recebem a missão de construir um robô completamente autônomo, ou seja, sem controle remoto, capaz de navegar por um terreno acidentado, localizar vítimas e resgatá-las. Os inscritos na modalidade prática deverão participar de eventos regionais e, conforme sua classificação, das etapas estaduais e da final nacional, que ocorrerá em João Pessoa (PB), em novembro de 2018. 

A novidade deste ano é que, além dos níveis 1 e 2 (alunos do Fundamental e Médio), haverá um terceiro, o “nível zero”, voltado a alunos de 1° a 3° anos do Ensino Fundamental, com idade entre 6 e 8 anos, com o objetivo de difundir a robótica como estratégia de educação a ser aplicada desde o início do ciclo educacional.

A OBR tem o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de diversas instituições em todo Brasil. Participam também da organização nacional o Colégio Técnico de Campinas (Cotuca-Unicamp), Sesi-São Paulo, RoboCup, Sociedade Brasileira de Computação (SBC), Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), Mostra Nacional de Robótica (MNR), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e os ministérios da Educação (MEC) e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Fonte: Computer World